segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Feliz Natal !

sábado, 30 de outubro de 2010

Um dia no Magic Kingdom

Um pouco de Walt (parte 2)



Após 5 anos em Marceline a Família Disney mudou-se para Kansas City, onde Elias Disney adquiriu uma distribuidora de jornais, com o dinheiro da venda da fazenda. Era Roy e Walt que entregavam os jornais, fizesse sol ou chuva.
Ainda em Kansas, Walt teve muitos outros trabalhos, entre eles, e o que mais gostava, era o de vendedor de refrigerante e revistas nos vagões da Estrada de Ferro Santa Fé. Este trabalho fazia-o recordar dos tempos que morou em Marceline e das muitas horas em que passava olhando os trens e seus passageiros.
Em 1916, a família mudou-se novamente, retornando à Chicago. Walt ainda ajudava o pai que muito contra a vontade pagava para ele um curso de desenho na Academia de Artes de Chicago.
Walt Disney ainda fez parte da Cruz Vermelha, no final da Primeira Guerra, na França em 1918.
Ao retornar da França Walt Disney decidiu ir em busca de um emprego no que gostava de fazer, que era desenhar. E foi novamente para Kansas. Lá conseguiu seu primeiro emprego como aprendiz de desenhista em um pequeno estúdio, criando desenhos de implementos agrícolas. Não era bem o tipo de desenho que queria fazer, mas desta maneira tinha a oportunidade de desenhar animais.
Walt Disney e Ubbe Iwerks
Nesta empresa Walt conheceu Ubbe Iwerks que, assim como ele era jovem e amante dos desenhos.
Mais tarde, os dois abriram seu próprio estúdio que inicialmente era num espaço cedido em um restaurante em troca de serviços e depois em um escritório maior.
Mesmo tendo seu pequeno estúdio Walt conseguiu um emprego como cartunista na Kansas City Film Ad Company. Lá, empenhou-se em aprender tudo o que pudesse sobre animação, mas a maneira como era feita não o agradava. Eram figuras de papel recortada e fotografada contra um fundo, mudando a posição da figura a cada foto. Para ele esta técnica era muito primitiva e artificial, decidiu então pesquisar como poderia modificá-la.
Depois de muita pesquisa, descobriu um novo método e decidiu experimentar. Desenhou um menino com uma bola, depois o mesmo menino com o pé ligeiramente erguido e mais uma série de desenhos com a trajetória da bola. Walt ficou satisfeito com o resultado, pois tinha acabado de criar uma cena de um menino chutando uma bola.
Depois do trabalho, todas as noites, ele e Ubbe em um estúdio improvisado na garagem de onde morava com Roy, filmavam suas criações com uma câmera construída por ele mesmo.
Um ano depois Walt resolveu produzir desenhos mais longos. Então contratou cinco jovens artistas, que pagaria apenas com o que obtivessem de lucro. Assim o grupo produziu o primeiro filme: “Chapeuzinho Vermelho”, e depois, mais seis desenhos. Mas com sua falta de talento para os negócios, os problemas financeiros recomeçaram e o grupo se desfez, obrigando Walt a voltar para o pequeno escritório.
Walt Disney trabalhava e morava neste escritório. Para tomar banho e usar o banheiro ia até a Estação de Ferro Santa Fé e sua única companhia era um rato que aparecia em cima de sua mesa e que ele às vezes alimentava.

Próxima parte o nascimento do ratinho mais querido e famoso do mundo.
Mel

Crédito da Imagem: hollywoodlegends

Disney Preparativos

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Dica de Leitura

"A Magia do Império Disney - Ginha Nader" é um ótimo livro sobre a vida, as obras e todo legado de Walt Disney, que até hoje influenciam não só nós, mero expectadores, como também empresas por sua gestão baseada na excelência e na qualidade.

É uma leitura gostosa, pois tem uma linguagem simples mas escrito com sentimento.

Nele você encontrará detalhes sobre a vida de Walt Disney e curiosidades sobre os parques.

Recomendo muito!!!

Boa Leitura
Bjs
Melissa

Um pouco de Walt



Vou aos poucos colocando aqui partes interessantes da vida de Walt Disney, para que assim como eu outras pessoas possam começar a admirá-lo.

Walter Elias Disney nasceu em Chicago no dia 05 de dezembro de 1901, mas foi em Marceline, no Missouri, onde passou alguns anos de sua infância, mas que marcaram profundamente sua vida para sempre.
Desde pequeno Walt já demonstrava ser um grande sonhador. Adorava desenhar e conversar com animais. Passava horas conversando com eles, criando histórias onde os porcos, galinhas e patos da fazenda da família Disney eram os personagens.
Para o pai de Walt desenhar não era um trabalho digno e, muitas vezes, quando Walt era surpreendido pelo pai sonhando ou desenhando, o menino apanhava.
Apesar de muito severo e com pouco senso de humor, foi com o pai que Walt aprendeu o valor do trabalho árduo e da palavra empenhada. Já seu lado alegre e criativo, Walt herdou da mãe, além da aparência física.
Seu melhor amigo era seu irmão Roy, 8 anos mais velho.
Ele apoiava Walt em todas as suas "loucuras", desde fazer sua parte no trabalho da fazenda para que ele pudesse brincar até, após a morte de Walt, tornar realidade seu sonho: o projeto Disneyworld.


Logo, logo escrevo mais um puquinho, ok ?!
Bjs
Melissa

Crédito da imagem: Disneydreamer

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Vídeo pra começar!

Para começar este blog vou colocar um vídeo que fiz já faz um tempinho. Nele conto meu sonho de infância que se tornará realidade em breve!!
video

Oie!!

Por sugestão de uma amiga, comecei a fazer este blog. Nunca pensei em fazer um e também não estou muito familiarizada com esta nova ferramenta, mas agora estou animada e resolvi colocar aqui coisas que fazem parte da minha vida. Espero que gostem!!

Bjs
Mel
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...